dor de cabeça ou cefaléia é a queixa neurológica mais comum da população

Você tem dor de cabeça?

1871 Views

Atualmente, a dor de cabeça ou cefaléia é a queixa neurológica mais comum da população. A cefaléia é qualquer dor localizada na região delimitada pelo couro cabeludo, dores localizadas em topografias diferentes, como por exemplo na face, são chamadas de algias craniofaciais. A dor de cabeça pode ser classificada em primária, sendo a enxaqueca ou migrânea sua principal representante, e em secundária, podendo ser a manifestação de alguma doença neurológica mais grave, como o tumor cerebral.

A cefaléia pode estar acompanhada de outros sintomas, como náusea, vômito, hipersensibilidade a luz ou ao ruído, dificuldade para falar, fraqueza em alguma parte do corpo e sintomas visuais chamados de escotomas, que podem aparecer como luzes piscando, moscas voando, borrões escuros nos campos visuais. A presença de outro sintoma associado a dor de cabeça não significa necessariamente a presença de alguma doença grave. Quando você sentir uma dor de cabeça, é importante prestar atenção em qual parte da cabeça que dói, qual a intensidade dessa dor, ou seja, se você consegue realizar suas atividades ou não quando está com a dor, quanto tempo a dor dura, se a dor desaparece sozinha ou se é necessário o uso de alguma medicação, o que você faz que alivia ou piora a dor, entre outros aspectos.

O diagnóstico do tipo da dor de cabeça é feito através de avaliações clínica e neurológica adequadas. Os exames complementares, como uma triagem laboratorial e exames de imagem (tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética), devem ser bem indicados, considerando-se o perfil de sintomas de cada paciente e baseados em uma boa consulta médica.

O mais importante a fazer, se você apresenta qualquer uma dessas queixas, é procurar um neurologista preparado para interpretá-las. A cefaléia pode apenas ser reflexo de uma vida muito corrida, sedentária e de uma alimentação inadequada, porém também pode representar condições patológicas que necessitam de tratamento específico. A enxaqueca é uma das principais causas de falta no trabalho ou na escola.

O tratamento depende da definição da causa da cefaléia. Entretanto, a mudança de hábitos de vida é comum a todos os tratamentos, como a prática de exercícios físicos regularmente, uma alimentação equilibrada, manter a qualidade do sono e o tempo de dedicação à família, aos amigos e de realização de algum hobby.

Informe-se! Não fique com dor de cabeça, procure um neurologista!